Mostrando postagens com marcador protesto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador protesto. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 25 de junho de 2013

Eu também odeio passeata quando tem confusão, mas estou aqui!

Eu também odeio passeata quando tem baderna, e estou aqui!
Sou uma pessoa normalmente calma e pacífica(exceção quando alguém mexia com meus filhos!).
 Não, não sou alienada, preguiçosa, ao contrário, sempre cumpri com meus deveres, sempre fui muito séria e responsável, desde criança, acho que é coisa de berço, mas nunca fui de participar de passeatas e, pelo meu modo de ser e tipo de sensibilidade, achava sempre melhor fazer a minha parte para cooperar com o todo e continuar com esperança. Tenho a mania de acreditar que, se cada um fizer sua parte ( ou fizesse, no caso dos políticos deste maravilhoso país), todos poderíamos ter direitos respeitados, inclusive o de ficar curtindo a família ao invés de ir às ruas reclamar pelo que outros deixaram de fazer.  Deixava sim, os protestos veementes para quem tem mais jeito para isto e pensava que estas pessoas tem mais ferramentas para fazerem um protesto alcançar seu fim. Eu tenho também minhas ferramentas para outras coisas terem êxito. Cada macaco no seu galho, ué! Mas, paciência tem limite, amor e esperança acabam se não forem alimentados...
http://www.pontodopowerpoint.com/2013/06/o-povo-acordou.html
Parabéns Yolanda pelo post, e Dea Maia pela arte digital!

 Parabéns Boechat ! É isto mesmo, NÃO AGUENTO MAIS é o grito para quem esteve tanto tempo em paz e viu esperanças frustradas!!
" Eu Odeio passeata, estou aqui" - era um dos cartazes!!
 Tentar adaptar-se e preservar a paz, não pode ser para sempre, se o fato de calar leva o outro ao abuso. Às vezes é preciso gritar, falar, mostrar que estarmos caladas não era por covardia ou ignorância, era até por idealismo,heroísmo ou esperança que foram frustradas. Então, também estou aqui!
Por que ainda precisamos gritar para conseguir respeito e viver em paz com dignidade? E ainda disseram que não havia um objetivo claro a definir a razão do protesto????
   O objetivo é sempre o mesmo quando se trata de lutar contra DOMINADORES ABUSIVOS : 
  - RESPEITO E DIGNIDADE!

Assim, quando mulheres pacíficas saem às ruas ou participam à sua maneira do protesto, é porque estão cansadas, indignadas!


Se quiséssemos USAR DO PODER para DESTRUIR, ou ABUSAR, seríamos iguais aos que superfaturam as obras públicas ou a todos os que ABUSAM dos que são generosos e querem apenas viver em paz, cumprindo com suas obrigações. Não! Não somos baderneiras, ou contestadoras  estamos "cobrando" apenas o que nos cabe por direito, como uma mulher COBRA de seu homem o respeito que a ela é devido! E é o homem covarde e dominador que vem com aquela história de que NÃO DEVEMOS "COBRAR" , porque eles sim, são comodistas e querem continuar na deles, como se fosse possível viver sem apoios. Dependemos uns dos outros e a harmonia também depende de cooperação dos dois lados!!! E estamos lutando mais uma vez por um mundo melhor para nossos filhos... e netos... eu temo revoluções exatamente por eles, pois são sempre os nossos jovens os sacrificados, por isto me rebelo agora, para que eles não se sintam sozinhos, para que eles possam viver num país com mais Justiça e MENOS CORRUPÇÃO IMPUNE !!!  Vera



 http://4.bp.blogspot.com/-DFEgVXJYIwQ/UcjQu54jysI/AAAAAAAAGi4/N4hjokpjYm0/s400/deixa_eu_dizer_red.png

Clic para compartilhar com...

Compartilhe, mas mantenha minha autoria, não modifique,não uso comercial

 
BlogBlogs.Com.Br
diHITT - Notícias