sábado, 6 de agosto de 2011

O inverno não traz só frio e silêncio..


 O inverno traz o frio e, às vezes, a morte. Alguma coisa morre enquanto outra está em gestação.
 Há também o que permanece. Ainda bem, porque a morte, aquela que determina o fim irremediável do que amo, me assusta. Não gosto de pensar na morte como aquilo que destrói o que, vivo, me encanta, embora saiba que preciso aprender a aceitar o fim do que eu quisera fosse eterno. Muito do que amamos jaz eternamente nas marcas do coração, e na pele.
  Se não possuo o dom e a magia de eternizar o que amo a não ser em meu coração, então pelo menos posso preferir esperar que alguns de meus amores, apenas se transformem, e um outro tanto esteja apenas em gestação. Assim, após o inverno, o silêncio de morte será substituído por palavras e sons transformados e vivos, e a mim mesma trarão transformação.
   O inverno não traz só o frio e o silêncio. Se souber olhar, descobrirei a vida que só ele traz em si. Por isto ainda não desisto e vivo, com todas as minhas forças, inverno após inverno.


 As sementes, se jogadas ao solo no tempo certo, quando tudo estiver seco e queimado pelo inverno, quando tudo parecer silencioso demais, quando eu estiver a ponto de me render ao que parece morte, então elas me surpreenderão com cores e vida!
  E eu esquecerei até se fui eu mesma que as plantei e agradecerei por virem me encantar. Porque ainda preciso de encantamento. Tudo porque temo a morte.

Fotos e texto: Vera Alvarenga

5 comentários:

  1. Olá amiga Vera, belo texto,a primeira imagem criada ficou linda.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Fátima! Obrigada.
    Eu a tirei de um cantinho no vaso de casa...também gostei do resultado.
    Beijos e uma ótima noite de domingo!

    ResponderExcluir
  3. Vera:
    Estava com saudades de ler seus tão inspirados textos, mas ando com o tempo escasso.
    Não sei o que achei mais lindo agora, se o texto ou as fotos (eu sou muito apaixonada por flores).
    Lembre sempre que após cada inverno vem a primavera.
    Não tema a morte, ela não destrói. Quem sabe que primavera linda existe do outro lado e que irá receber seus amados?
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá Atena! Tenho saudades de você também! Como você,ando com o tempo escasso, com o trabalho, tentando me organizar, organizar coisas,papéis e o mais difícil...idéias e sentimentos..rs.....
    Mas vou no meu ritmo. E compreendo você. Agradeço por ter vindo tomar um cafezinho no meu quintal!
    E você tem razão: por pensar como você bem disse é que não desisto e ainda confio que meus amores estarão a encontrar o mais lindo de todos os jardins...daqui a muito, muito tempo...rs....
    Abraço afetuoso
    Vera Alvarenga

    ResponderExcluir
  5. Hoje estou passando apenas para lhe fazer um convite.
    Estou falando do www.superlinks.blog.br que é um site agregador que vale a pena visitar, pois é mais um espaço no qual você poderá publicar seus links de matérias, pois é um site sério e com critérios bem positivos.
    Espero que goste da dica.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo! Obrigada.

Clic para compartilhar com...

Compartilhe, mas mantenha minha autoria, não modifique,não uso comercial

 
BlogBlogs.Com.Br
diHITT - Notícias