domingo, 17 de janeiro de 2010

- " No Espelho..."


Ela se olhou ao espelho...
um dia como outro qualquer,mas ela se sentia um pouco cansada!                                                          Trinta anos, agora. Já não era uma menina !
Seus 3 filhos brincavam lá fora.Tantas coisas tinha ainda, para fazer !
Ela se olhou mais uma vez e disse para si mesma :

                 
" Ao te ver assim, no espelho, tão diferente do que sou,
fico perplexa e até desejo desferir-te um golpe mortal,
cuja dor seja tamanha, que possa arrancar-te, de vez, de minhas entranhas.

Menina tola, doce inocente, que teima em viver em mim!
Seria, penso, mais decente, livrar-te desta agonia lenta,
já que tentas sobreviver e não percebes que o tempo te mata aos poucos.

E como os loucos, neste momento
 em que a morte está em meu poder,
sinto divididos o coração e a mente,
que de repente,ficam entre nós duas
 - se sou a mulher, deste lado do espelho,
vejo e ainda amo a menina que fui um dia.
Novamente desisto e me acovardo,
poupo-te a vida, querida, não te livro do fardo,
e talvez por amor, perpetuo em mim, tua agonia." 

autora :Vera Alvarenga.
imagem: foto meu espelho em mosaico

3 comentários:

  1. Gostei do post
    É bom para refletir
    o momento em que estamos passando.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha!
    Linda poesia!

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo! Obrigada.

Clic para compartilhar com...

Compartilhe, mas mantenha minha autoria, não modifique,não uso comercial

 
BlogBlogs.Com.Br
diHITT - Notícias